CrossFit: Material básico para fazer uma Box

O desporto em geral assim como o CrossFit tem vindo a ganhar cada vez mais espaço, quer por promover a perda de peso, quer por ajudar a ganhar músculos mais definidos num espaço de tempo relativamente pequeno. Comparando com outras práticas, esta modalidade tem se popularizado de forma exponencial.

Foi criado por Greg Glassman na década de 90 nos Estados Unidos. Consiste na combinação constante de movimentos funcionais, em alta intensidade e com curtas durações. No CrossFit o corpo é trabalhado como um todo.

O CrossFit é muito mais que uma “onda” no mercado fitness. É um desporto que tem vindo a conquistar corações e tem fidelizado atletas dos mais diversos níveis. O treino dura sensivelmente 1 hora e é constituído por:

Aquecimento: evita possíveis lesões musculares nas regiões a serem trabalhadas no WOD. Saltar, abdominais ou agachamentos são alguns exemplos de aquecimento. É importante fazer sempre um aquecimento a nível geral e a nível específico, realizar os exercícios programados e “não inventar” e adequar sempre a carga tendo em conta o nosso nível de experiência.

Técnica/Força ou parte A: nesta fase pratica-se a técnica de diferentes exercícios na qual se trabalham o condicionamento físico, a técnica e a força muscular. Os exercícios costumam ser do tipo agachamento com barra frontal ou de costas.

WOD ou parte B: nesta fase, mais intensa do treino, reduz-se a quantidade de peso em comparação com a Parte A e o foco do treino passa a ser a melhoria da capacidade aeróbica. Inclui combinações dos exercícios da Parte A com outros sem peso ou de resistência, como por exemplo os saltos, flexões, abdominais, exercícios na barra fixa ou nas argolas.

Algumas terminologias usadas pelos atletas de CrossFit que o vão enquadrar no tema:

WOD: Work Out of the Day ou seja treino do dia. Conjunto de movimentos que o treinador usa para descrever o treino que vai ser realizado num determinado dia.

AMRAP: As Many Reps As Possible, ou seja “número máximo de repetições”. Realizar o maior número de combinações de exercícios

EMOM: Every Minute On the Minute, ou seja “cada minuto dentro do minuto”. Realizar um número fixo de repetições de um ou mais exercícios no intervalo de um minuto, repetidas vezes, durante o maior número de minutos possível.

TABATA: Consiste em 8 séries intensas de 30 segundos cada, nas quais nos 20 primeiros segundos se realiza o exercício proposto o maior número de vezes possível, seguidos de 10 segundos de descanso.

Enumeramos algumas vantagens e desvantagens deste treino.

Vantagens:

  • Queima de gorduras;
  • Redução de Medidas;
  • Definição corporal;
  • Melhoria da flexibilidade;
  • Melhoria da coordenação motora;
  • Melhoria do funcionamento do sistema cardiovascular e respiratório;
  • Aumento da Força;
  • Aumento muscular;
  • Aumento da energia;
  • Aumento da Auto estima;
  • Redução de stress.

Desvantagens:

  • Muito exigente;
  • Fadiga extrema;
  • Lesões.

Main Pulse, oferece amplas garantias para os seus produtos. Mesmo com alta durabilidade, é preciso manter a limpeza em dia e lubrificar equipamentos, como é o caso das barras olímpicas para Crossfit.

BSTWPBOX_3

Materiais e equipamentos

Uma das grandes vantagens do CrossFit é o preço dos equipamentos. Além de não ser complexa, a maioria dos equipamentos possui um preço mais acessível. A durabilidade depende muito da escolha e da adequação de cada produto para a real necessidade do cliente.

A lista de equipamentos é extensa! O CrossFit é um desporto muito dinâmico e isso reflecte-se nos equipamentos que são utilizados para a prática da actividade.

Enumeramos alguns equipamentos (material básico):

Para mais informações acerca do tema CrossFit: Material básico para fazer uma Box contacte-nos.

Acompanhe as novidades nas nossas redes sociais.